Ato e o Fato, O: o Som e a Fur

R$34,90

Qtd:
Resenha

Mais do que um documento da nossa historia, encontramos nestas paginas o primeiro registro de um brasileiro que teve a coragem e sensibilidade de perceber o que de fato acontecia, quando da instalacao de um Regime de Excecao que se prolongou no pais por mais de vinte anos (1964-1985).As cronicas, publicadas no jornal Correio da Manha, por Carlos Heitor Cony, a partir do dia 2 de abril de 1964, propagam um sonoro NAO a arbitrariedade e a violencia vigentes. Figura de resistencia, Cony, sem duvida, ultrapassou o relato, a condicao de jornalista, e marcou seu nome como arauto e humanista, numa epoca sombria da nossa historia em que muito poucos conseguiram enxergar com clarividencia o regresso que o pais cometia e a necessidade do brado imediato.

Nome do Autor

Cony, Carlos Heitor

Editora

Editora Nova Fronteira Participacoes S/a

Dimensão

23,0x15,5x2,4cm

Peso

0.639

Share:

Produtos Relacionados